Salute

Glicosímetro: como usar o medidor de glicose?

Confira algumas orientações e dicas sobre como usar o glicosímetro para medir a glicemia de forma rápida e segura, quantas vezes precisar.

Quem precisa fazer um controle de glicemia mais rigoroso e frequente, muitas vezes precisa parar tudo o que está fazendo para fazer a medida da glicemia, e isso pode se tornar um problema na rotina.

Para facilitar, existe um dispositivo preciso e eficaz, utilizado por muitas pessoas chamado glicosímetro ou aparelho medidor de glicose. Sendo uma ótima opção para quem tem hipoglicemia, pré-diabetes ou diabetes.

A boa notícia é que usar um glicosímetro não é uma tarefa complicada. Qualquer pessoa capacitada pode usar o aparelho sozinha, o que traz muita autonomia para quem precisa medir a glicose constantemente.

Para ajudar você a entender melhor o uso do glicosímetro, selecionamos algumas orientações sobre como usar o aparelho para medir a glicose de forma rápida e segura.

Saiba como funciona o glicosímetro 

Em geral, o aparelho vem com manual de instruções ensinando como fazer o teste, informações sobre a quantidade ideal de glicose no sangue e os valores considerados hipoglicemia e hiperglicemia.

Para fazer o teste em casa, é preciso ter o kit medidor de glicose com o monitor de glicose, tiras reagentes, caneta lancetadora e lancetas.

Confira 5 etapas para usar o glicosímetro 

Se você nunca utilizou um glicosímetro e quer aprender como fazer o procedimento de forma rápida e segura, confira a seguir 5 etapas para medir a glicemia usando um Kit medidor de glicose.

Ao usar o glicosímetro pela primeira vez, o aparelho precisa ser configurado, e para fazer isso, basta inserir uma tira verificadora no aparelho. Em seguida, aparecerão na tela números em contagem regressiva de 5 segundos; logo após isso, o aparelho estará pronto para uso.

Após configurar o aparelho, confira as 5 etapas para medir a glicemia:

  1. Abra a caneta lancetadora para inserir a lanceta: Depois de encaixada, tirar a proteção da agulha girando a ponta circular da lanceta e fechar a caneta lancetadora.
  2. Ajuste a profundidade da agulha: Os números na ponta da caneta indicam a profundidade com que a agulha vai furar o dedo. Geralmente, a maior profundidade é recomendada para os adultos, enquanto as mais baixas são para bebês e crianças, que possuem uma pele mais fina. Caso necessário, basta ajustar conforme for realizar os testes.
  3. Ligue o aparelho: Na tela aparecerá o desenho de uma fita, indicando o momento de inseri-la no aparelho. Sem encostar os dedos nas extremidades da fita, observe onde tem uma seta e insira a fita na direção indicada. Quando encaixada, aparecerá o desenho de uma gota de sangue na tela avisando que o aparelho está pronto para uso.
  4. Higienize as mãos: Lembre-se, antes de furar o dedo, é preciso higienizá-lo com álcool. Depois disso, comprima a base da falange do dedo até ficar vermelha e encoste a caneta lancetadora na lateral do dedo e aperte o botão. Saiba que, por conta das terminações nervosas, a região lateral do dedo poderá doer menos comparado ao meio do dedo.
  5. Faça a medição: Com o dedo furado, é preciso apertar para sair o sangue e encostá-lo na ponta da fita. Faça uma contagem regressiva de 5 segundos e logo aparecerá na tela seu nível de glicemia.

Descubra quais os valores de referência dos níveis de glicemia

Logo após verificar a quantidade de açúcar no sangue, faça a análise dos valores de referência para saber se seus níveis de glicemia. 

Confira os valores aproximados:

  • Hipoglicemia: igual ou inferior a 70 mg/dL
  • Normal: Entre 70 e 140 mg/dL
  • Hiperglicemia : igual ou superior a 140 mg/dL.

Fique atento aos principais cuidados ao medir a glicose

Para realizar os testes de forma segura, existem alguns cuidados que você precisa ter com o kit medidor de glicose.

  • É importante que você leia o manual de instruções antes de usar o aparelho. Em geral, os aparelhos são usados de forma similar, mas cada marca tem suas próprias configurações.
  • O teste de medição da glicose com o glicosímetro deve ser feita apenas com o sangue retirado dos dedos.
  • As agulhas (lancetas) e as fitas são descartáveis. No caso das lancetas, devem ser descartadas em um reservatório próprio para lixo perfuro cortante, para evitar possíveis acidentes.
  • As fitas que ainda não foram usadas devem ser guardadas na embalagem original, em local fresco, sem exposição ao sol ou calor.
  • Verifique sempre se as fitas estão na validade; caso não estejam, não use e descarte.
  • O glicosímetro deve ser usado com fitas reagentes do mesmo fabricante.
  • Faça a limpeza do seu aparelho de forma correta, as informações sobre como limpar costumam vir no manual de instruções de cada aparelho.

Onde comprar e qual marca escolher

Os glicosímetros estão disponíveis em várias marcas e seu uso deve ser orientado pelo médico, que indicará a frequência de medições da glicemia. 

Os aparelhos podem ser adquiridos em farmácias ou na Internet e quase todos os aparelhos vêm acompanhados de lancetas e tiras.

Antes de comprar, lembre-se de conferir qual a quantidade de acessórios oferecida pela marca e modelo de aparelho. Por exemplo, alguns modelos vêm apenas com 10 lancetas e tiras e outros entre 50 e 100.

Além disso, o glicosímetro pode ser vendido com acessórios ou separadamente. Assim como, a caneta lancetadora, as tiras e as lancetas podem ser compradas em separado também.

Seu endereço de email não será publicado Required fields are marked *

*